Sexta-Feira, 17 de setembro de 2021

América de Linhares completa 69 anos com disputa na justiça

Publicado em 05/01/2020. http://jornalterral.com.br/t-Mve

Fundado oficialmente em 5 de janeiro de 1951, o América Futebol Clube completa 69 anos neste domingo (5) sem ter o que comemorar. A outrora saudável disputa dos gramados ocorre agora na justiça, onde sócios tentam reverter a venda do Estádio “Joaquim Calmon” para uma rede de supermercados. A área em litígio fica no bairro Shell e está avaliada em cerca de R$ 20 milhões.

De acordo com livros publicados pelos historiadores Lastênio Calmon Júnior e Maria Lúcia Grossi Zunti, o clube foi fundado efetivamente em 1948, após uma reunião no Salão do João Alemão. O primeiro presidente foi Amenófis Arnizaut e o senhor Auto Guimarães e Souza doou as primeiras camisas.

Desde o seu surgimento, o América passou a fazer parte do cotidiano de Linhares, conquistando boa parte dos torcedores e rivalizando, no plano municipal, com o Industrial, criado em 1952. Antes de ocupar a área no bairro Shell, o time se apresentava no campo onde hoje se encontra a Igreja Católica (Matriz), no Centro.

O América participou de várias edições do campeonato capixaba e obteve a sua melhor colocação em 1979, quando chegou ao quadrangular final e ficou atrás da Desportiva (campeã), Vitória (vice-campeão) e Rio Branco. A última participação no futebol profissional ocorreu em 1989, na segunda divisão.

Em 15 de março de 1991 surgiu o Linhares Esporte Clube, fruto de uma parceria entre América e Industrial, e o Linhares passou a jogar no Estádio “Joaquim Calmon”. Em 1994 o América não aceitou unir os patrimônios e a parceria foi desfeita. Dessa forma, o Linhares ficou com o registro do Industrial e o América manteve o seu estádio.

No ano passado, a área foi negociada com uma rede de supermercados da Grande Vitória. Insatisfeitos, vários sócios do América passaram a se reunir e a discutir o que poderia ser feito para tentar reverter a transação.

No dia 14 de novembro os sócios Estevão Ceolin e João Belizário Bortulini ingressaram na justiça solicitando a paralisação das atividades de construção de hipermercado no imóvel e o bloqueio do bem até a decisão sobre o mérito processual.

Os sócios do América são representados nos autos pelo escritório Magescky & Carnieli Advogados Associados, dos profissionais Daniele Zanetti Magescky Carnieli e Rodrigo Ramos Carnieli. O processo tramita na 1ª Vara Cível e Comercial de Linhares sob o nº 0012856-43.2019.8.08.0030.

Em destaque, equipes do América das décadas de 1950 e 1980 e o Estádio “Joaquim Calmon”, situado no bairro Shell

 

Arquivo do Jornal TERRAL e Facebook

 

 

 

 

* As matérias, textos e artigos publicados a partir de terceiros não significam que estejamos de acordo com as posições apresentadas por seus autores ou fontes. Apenas estamos buscando divulgar conteúdos que possam contribuir, de alguma maneira, para prestar um serviço social de ajuda e orientação.
Fundado em 29/11/1990, o Terral possui circulação impressa e estende sua atuação para o ambiente online. Acompanhe-nos por meio das redes sociais e compartilhe as matérias.
EXPEDIENTE

Diretor
Daniel Porto

Jornalista Responsável
Daniel Porto - MTE Nº 3.802/ES

Assessoria Jurídica
Dra. Alciene Maria Rosa

Edição do Impresso
D. Porto Editora - ME

Desenvolvimento
Saulo Porto

Gestor de Conteúdo
Iorran M. Porto - MTE Nº 4.149/ES

CONTATO

Rua João Calmon, 880 Centro, Linhares - ES


(27) 3151 6247 / 99857 9813 contato@jornalterral.com.br



© 2019. Todos os direitos reservados.