Sexta-Feira, 19 de agosto de 2022

Feras da Seleção Brasileira já defenderam clubes capixabas

Publicado em 02/09/2021. http://jornalterral.com.br/t-ebD

Divulgação

O tetracampeão mundial Aldair jogou pelo Rio Branco em 2005

Que o futebol capixaba agoniza há vários anos, todos sabem. O que muitos não sabem é que o Espírito Santo já contou com muitos craques, inclusive campeões mundiais. A lista é extensa e diversos nomes que merecem destaque não aparecem nessa reportagem. Omissões à parte, seguem informações sobre jogadores e técnico consagrados que defenderam clubes locais e a Seleção Brasileira.

Eis um hipotético esquadrão de respeito: Paulo Victor; Léo Moura, Fontana, Aldair e Fabiano Eller; Geovani, Adílio e Jorge Mendonça; Edilson, Túlio e Sávio. Técnico: Vanderlei Luxemburgo. Todos têm em comum passagens pela Seleção Brasileira e clubes do Espírito Santo, além de inúmeros títulos. O TERRAL fez um resumo sobre cada nome citado e informa aos leitores os times pelos quais eles atuaram em solo capixaba.

Paulo Victor fez parte da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1986 – era reserva de Carlos. Fez oito jogos pelo escrete nacional. No Fluminense conquistou o tricampeonato carioca, de 1983 a 1985, e o campeonato brasileiro em 1984. Antes de atuar pelo tricolor carioca defendeu o Vitória no campeonato capixaba de 1980 e teve como um dos adversários o América de Linhares.

Léo Moura começou sua carreira jogando nas categorias de base do Botafogo e em 1998 foi emprestado ao Linhares, quando ainda atuava como meia e era chamado de Leozinho. Passou por diversos clubes, como Flamengo e Grêmio, e conquistou diversos títulos. Foi convocado pelo técnico Dunga em 2008 e jogou amistoso pela Seleção Brasileira contra a Irlanda em Dublin.

Fontana nasceu em Santa Teresa e jogou no Vitória em 1958, Rio Branco de 1959 a 1962, Vasco de 1962 a 1968 e no Cruzeiro de 1969 a 1972. Foi campeão com a fantástica Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1970.

Aldair defendeu a Seleção Brasileira de 1989 a 2000. Em copas do mundo fez parte do grupo em 1990, foi campeão em 1994 e vice-campeão em 1998. Conquistou a Copa América em 1989 e 1997 e a Copa das Confederações em 1997, além de ter ficado com a medalha de bronze nas Olimpíadas de Atlanta (EUA) em 1996. Disputou 81 partidas e marcou três gols.

Jogou pelo Flamengo (foi campeão brasileiro em 1987), Benfica e 14 anos na Roma, entre outros clubes. Disposto a contribuir com o futebol capixaba, atuou pelo Rio Branco em 2005 e sagrou-se campeão estadual da série b.

Fabiano Eller começou no Linhares, sua cidade natal, sendo campeão capixaba em 1995. Conquistou diversos títulos por várias equipes. Foi três vezes campeão da Copa Libertadores da América: em 1998 pelo Vasco e em 2006 e 2010 pelo Internacional. Em 17 de dezembro de 2006 foi campeão do mundo pelo Internacional. Vestiu a camisa da Seleção Brasileira em 2005, contra Honduras, no jogo de despedida do artilheiro Romário.

Geovani iniciou a carreira aos 16 anos na Desportiva. Depois brilhou no Vasco e jogou no Bologna (Itália) e Tigres (México). Foi campeão do mundo com a Seleção Brasileira de Juniores em 1983, medalha de prata em 1988 nas Olimpíadas de Seul e campeão da Copa América pela seleção principal em 1989. Foi convocado 23 vezes para a seleção e marcou cinco gols.

De volta ao Espírito Santo, jogou pelo Rio Branco e foi campeão capixaba pelo Linhares em 1998, Serra em 1999 e Desportiva em 2000. Encerrou a carreira no Vilavelhense em 2002.

Adílio defendeu o Flamengo de 1975 a 1987 e conquistou diversos títulos expressivos, com destaque para a Libertadores e o Mundial em 1981. Teve duas atuações pela Seleção Brasileira: uma em 1979 e outra na vitória de 1 a 0 sobre a Alemanha em 1982. Foi campeão do mundo com a Seleção Brasileira de Futsal em 1989.

Em 1991 defendeu o Santos de Barra de São Francisco no capixabão da série b e ficou com o vice-campeonato.

Jorge Mendonça jogou em clubes como Bangu, Palmeiras, Vasco, Guarani e Ponte Preta. Fez 11 jogos pela Seleção Brasileira e marcou dois gols. Disputou a Copa do Mundo de 1978 na Argentina – o Brasil terminou em terceiro lugar. Defendeu o Rio Branco em 1986, sendo um dos destaques da boa campanha do clube capixaba no campeonato brasileiro.

Edilson jogou pelo Industrial de Santa Maria de Jetibá em 1987. Depois defendeu várias equipes, como Guarani, Palmeiras, Flamengo e Benfica, conquistando diversos títulos. Foi campeão do mundo com o Corinthians em 2000 e com a Seleção Brasileira em 2002.

Túlio Maravilha teve duas passagens pelo futebol capixaba – ambas por clubes de Vila Velha. Em 2003 defendeu o Tupy e em 2013 o Vilavelhense. Defendeu diversos clubes, como Botafogo, Cruzeiro, Goiás e Corinthians, e conquistou vários títulos.

Atuou pela Seleção Brasileira entre 1991 e 1995 e marcou oito gols. Nas 14 partidas que disputou obteve 10 vitórias e quatro empates.

Sávio jogou pela Desportiva em 2008, clube no qual havia iniciado a trajetória no futebol. Brilhou no Flamengo e Real Madrid, entre outros, e conquistou vários títulos importantes. Fez 19 jogos pela seleção olímpica e marcou 14 gols. Disputou 24 jogos pela seleção principal e marcou seis gols. Em 1996 conquistou a medalha de bronze nas Olimpíadas de Atlanta (EUA).

Vanderlei Luxemburgo treinou a Seleção Brasileira, grandes equipes do futebol brasileiro e tem uma passagem pelo Real Madrid. Venceu o campeonato brasileiro cinco vezes: em 1993 e 1994 com o Palmeiras; em 1998 (Corinthians), em 2003 (Cruzeiro) e em 2004 com o Santos. Soma nove títulos estaduais e outras taças importantes.

Na Seleção Brasileira conquistou a Copa América em 1999 e o torneio pré-olímpico sub-23 em 2000. Como jogador, atuou pelo Flamengo, Internacional e Botafogo. O primeiro título que conquistou como técnico foi em 1983, como campeão capixaba pelo Rio Branco.

Fundado em 29/11/1990, o Terral possui circulação impressa e estende sua atuação para o ambiente online. Acompanhe-nos por meio das redes sociais e compartilhe as matérias.
EXPEDIENTE

Diretor
Daniel Porto

Jornalista Responsável
Daniel Porto - MTE Nº 3.802/ES

Assessoria Jurídica
Dra. Alciene Maria Rosa

Edição do Impresso
D. Porto Editora - ME

Desenvolvimento
Saulo Porto

Gestor de Conteúdo
Iorran M. Porto - MTE Nº 4.149/ES

CONTATO

Rua João Calmon, 880 Centro, Linhares - ES


(27) 3151 6247 / 99857 9813 contato@jornalterral.com.br



© 2019. Todos os direitos reservados.